Pular para o conteúdo principal

5/12 é dia de Mobilização Geral contra a reforma da Previdência

Fenajufe orienta concentração de atividades nos estados. Bota-fora nos aeroportos, manifestação nos gabinetes, escritórios políticos, sobre aliados e base eleitoral.
5/12 é dia de Mobilização Geral contra a reforma da Previdência

A terça-feira 5 de dezembro será marcada em todo o país por protestos de entidades de defesa dos direitos dos trabalhadores tanto da iniciativa privada quanto do setor público contra a reforma da Previdência. O texto, elaborado por empresários e assumido pelo governo de Michel Temer com aval de grande parte do Congresso e Judiciário brasileiros, retira direitos, vulnera e impossibilita que os trabalhadores se aposentem. Em sumo, o texto coloca o estado como serviçal do empresariado, retirando dele a responsabilidade da proteção dos trabalhadores.

E o governo se prepara para mais esse ataque. Segundo Rodrigo Maia (DEM/RJ), presidente da Câmara dos Deputados, a base parlamentar na Câmara dos Deputados está reorganizada e se prepara para aprovar a reforma.

E os alertas não param por aí. Após derrubar liminar que proibia veiculação da propaganda da reforma da Previdência, o governo vai usar o fato contra os servidores. A nova veiculação dará a entender que os servidores barraram a propaganda oficial na Justiça, com interesse apenas em manter privilégios.

O momento é grave e requer ações incisivas. Os servidores não podem aceitar de forma alguma essa postura desonesta da propaganda governamental. Ela deve ser combatida diuturnamente.

Nesta terça-feira, 5 de dezembro, as atividades em Brasília vão começar pelo aeroporto, onde servidores farão a recepção aos deputados, pressionando por votos contra a PEC 287/16, a PEC da Reforma da Previdência. Nos Estados, a Fenajufe orienta atividades como o bota-fora nos aeroportos, manifestação nos gabinetes, escritórios políticos, sobre aliados e base eleitoral. Delegações em Brasília devem pressionar em visitas aos gabinetes.

A Fenajufe disponibiliza também um vídeo para campanhas nas redes sociais , explicando os danos da Reforma da Previdência. O vídeo está na página principal do site e o download pode ser feito AQUI.

Nota Pública sobre a manutenção da Greve Geral em 5 de dezembro

ATENÇÃO!

Apesar da decisão de algumas Centrais Sindicais (CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central e CSB) sem concordância das demais (CTB, Pública, Intersindical, CSP-Conlutas e CGTB) de suspensão da Greve Geral de 5 de dezembro pelo recuo do governo em votar a Reforma da Previdência em 6 de dezembro, a FENAJUFE orienta seus sindicatos de base a PERMANECEREM EM ESTADO DE MOBILIZAÇÃO, MANTENDO A GREVE GERAL E MANIFESTAÇÕES PROGRAMADAS PARA O 5 DE DEZEMBRO.

Vários sindicatos da nossa categoria já aprovaram em assembleias a participação e devemos seguir construindo nosso enfrentamento à Reforma da Previdência, à EC 95, à MP 805, ao desmonte do PJU e MPU e à extinção da Justiça Trabalhista.

Essa reforma não passará!


Brasília-DF, 1º de dezembro de 2017
Fenajufe – Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União