Pular para o conteúdo principal

Centrais convocam GREVE GERAL para 5 de dezembro

Em reunião na manhã desta sexta-feira, 24, em São Paulo, CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central, CSB, Intersindical, CGTB e CSP-Conlutas definiram pela convocação de Greve geral para 5 de dezembro. A medida é uma resposta à decisão do governo de retomar as negociações com o Congresso Nacional para a aprovação da reforma da Previdência - PEC 287/16.

Em nota, as centrais orientam as entidades sindicais e movimentos sociais a se mobilizarem para construir a Greve Geral de 5 de dezembro.

O novo texto da reforma apresentado ao Congresso na terça-feira, 21, atinge frontalmente o servidor público, eleito inimigo público número um pelo governo.

Em campanhas de propaganda amplamente veiculadas na TV aberta e fechada, internet, jornalões, revistas e até mesmo mídias internas em elevadores e transportes públicos – ou onde haja qualquer maiores aglomerados ou fluxos de pessoas diariamente – a propaganda de Temer propõe “acabar com os privilégios dos altos salários”, colocando a opinião pública e os trabalhadores do setor privado contra os servidores e serviços públicos. A lógica perversa por trás da campanha do governo incute na cabeça do trabalhador privado que ele não deve lutar para melhorar o próprio salário e sim, “acabar com quem ganha mais que ele”.

A Fenajufe, em conjunto com outras entidades de defesa dos servidores públicos, prepara campanha de esclarecimento à população e de valorização dos servidores e serviços públicos. A federação orienta aos sindicatos da base que atentem ao calendário de atividades aprovado pelo Fonasefe, com atividades previstas em Btrasília na próxima semana.

A íntegra da nota das Centrais pode ser lida a seguir:

São Paulo, 24 de novembro de 2017

Centrais Sindicais convocam greve nacional dia 5 contra reforma da Previdência e em defesa dos direitos

Reunidas na sede da Força Sindical na manhã desta sexta-feira , 24, as Centrais Sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central, CSB, Intersindical, CGTB e CSP-Conlutas definiram realizar GREVE NACIONAL no dia 5 de dezembro, contra a nova proposta de desmonte da Previdência Social apresentada pelo governo.

As Centrais Sindicais convocam todas as entidades sindicais e movimentos sociais a realizarem ampla mobilização nas bases – assembleias, atos, debates e outras atividades – como processo de organização de uma Greve Nacional, no dia 5 de dezembro, contra as propostas de reforma da Previdência Social, que acaba com o direito à aposentadoria dos trabalhadores brasileiros.

As Centrais Sindicais exigem que o Congresso Nacional não mexa nos direitos trabalhadores!

Fonte: Fenajufe.