Pular para o conteúdo principal

Fenajufe requer medidas ao CNJ em defesa do Judiciário

Cumprindo deliberações da reunião da Diretoria Executiva com participação de um representante de cada sindicato filiado, mais conhecida como Ampliadinha, a Fenajufe solicitou ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o fim das requisições de servidores nas unidades dos tribunais das justiças Federal e Trabalhista, bem como a retomada das nomeações dos aprovados em concursos públicos, para suprir o déficit de servidores nessas unidades. Os expedientes foram protocolados na última semana de junho.

Na avaliação da Fenajufe, a aprovação da Emenda Constitucional 95/16 provocou piora na qualidade do serviço prestado aos jurisdicionados, ao passo que impede a substituição dos servidores aposentados, dificultando o funcionamento das unidades. Para amenizar a o problema, a Federação entende que o CNJ deve priorizar as nomeações de aprovados, utilizando inclusive, o orçamento gasto com requisições de servidores de outras carreiras e até mesmo de trabalhadores que  não são servidores públicos e ocupam cargos comissionados.

Quanto ao desmonte do PJU com as ameaças de extinção da Justiça do Trabalho, de Zonas Eleitorais e sucateamento de outros segmentos do judiciário, a Fenajufe entende que a defesa do PJU como instituição vital à manutenção da cidadania, deve se sobrepor as imposições que trazem prejuízos à prestação jurisdicional e à sociedade, reduzindo e inviabilizando a realização da Justiça, como a EC 95/16.

No que diz respeito à Resolução 219, a Federação reafirmou ao Conselho o requerimento protocolado em 22 de junho solicitando sua revogação por não valorizar o 1º grau e inviabilizar o 2º grau.

Também foi requerido junto ao CNJ que a 219 não retroaja para prejudicar os servidores que já estão com situação estabilizada, bem como que, alternativamente e subsidiariamente, em caso de não suspensão ou revogação do ato administrativo, que haja a dilação do prazo para estabelecer novos critérios e novas formas de implementação, a partir do pronunciamento dos servidores e suas entidades representativas.

Ainda cumprindo o que foi determinado pela Ampliadinha, a Fenajufe já encaminhou aos sindicatos filiados os modelos de ofícios e objetos a serem requeridos aos tribunais regionais.

Fonte: Fenajufe.